Início > Mensagem, Voz do Deserto > Minha visão da situação atual da igreja no Brasil

Minha visão da situação atual da igreja no Brasil


Carlos Rizzon, pastor

No Campo Ético e Teológico:

Manipulação das pessoas através dos dízimos e ofertas.
Quantos de nós que sempre viu este tipo de coisa no seio da congregação? Não importa quanto tempo de “crente” você tem. Este tipo de coisa é um dos mais graves que tem no meio da “igreja” hoje em dia, aliás, penso que isto já não vem de hoje, mas como a palavra mesmo declara: “E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará” João 8:32

Manipulação das pessoas por posição eclesiástica. Sou ungido de Deus, me respeite!
“Eu gostaria de informar o irmão que eu sou o Pastor da igreja e não discuta comigo!” Isto vi demais nos Estados Unidos quando fui tocar (Sou baixista) numa igreja que esta de “Bem com a vida” e se declaram apostólicos, quando fui conversar com o líder do louvor ele me disse: “Aqui na igreja de bem com a vida usamos da autoridade” no que eu disse: “Lá em Belo Horizonte isto se chama grosseria e manipulação”

 

– Campanhas intermináveis para se alcançar a benção de Deus. Que, aliás, já as temos.
Esta aconteceu comigo quando conheci minha esposa que era de uma igreja que limitou o reino de Deus em quatro coisas somente: Jesus Salva, Cura,liberta, vive e voltará. Fui criado num meio tradicional ainda que algumas tradições eu nunca vi por lá, mas me convenceram a fazer a famigerada corrente das 7 orações, na época eu vivia o cristianismo da expectativa. Nunca funcionou e fiz mais de uma corrente de sete orações.

– Favoritismo diante de Deus. Faço mais, mereço mais.
Esta é muito obvia, quanto mais “pago o preço”, mas Deus me abençoa, sabemos que quem busca mais de Deus recebe mais, mas esta de pagar o preço é dureza. Deus não tem filhos favoritos.

– Eu crente sou abençoado, os que estão fora da igreja são filhos do diabo.
Esta eu ouvi recente, não que não a tenha ouvido antes, mas cai na besteira de visitar uma igreja de um pastor presbiteriano que saiu da denominação, e todos nós sabemos que em meios presbiterianos e Batistas a palavra é tem mais consistência. Neste dia o Pr. “presidente”não estava tinha uma destes fazedores de campanhas “Compre meu cd e abençoe o ministério do irmão” e o sujeito soltou esta: Você é filho do dono do ouro e da prata! Você não é como os filhos do cão que estão lá fora! Doeu nos meus ouvidos e só não sai porque minha esposa segurou meu braço. Recomendação: Quando não tiver como rejeitar este tipo de convite, leve o seu Ipod e uns óculos escuros.

– Manipulação através do medo da perda da salvação e do devorador.
Esta não precisa explicar ou dar exemplos é só ligar sua televisão que você vai ver.

– Ensinos Vétero-Testamentário no período da graça.
Ps.: Não penso que o Velho Testamento se invalidou porque estamos na época da graça, mas usá-lo como compêndio Teológico é demais.
Se você já freqüentou um templo evangélico ou assistiu um destes “tele-cultos” com certeza já viu isto.

– Falsas promessas em nome de Deus.
Muito óbvia não? – Traga seus dízimos que o Senhor lhe dará 100 vezes mais, para não alongar muito este texto. O único ponto positivo é que a motivação de muitos é exposta de forma bem clara.

– Teologia Vetero-testamentária cantados na época da graça.
Hoje a quantidade de cânticos que tentam costurar o véu que a cruz já rasgou é muito grande.
Esta é uma das que mais me irritam e deixei de tocar com muita gente nos States por causa disto e quem presta atenção no que se cantam nas igrejas hoje em dia sabe do que estou falando, porque mesmo depois de extinta a arca da aliança ainda tem gente trazendo a arca, outros ainda tocam no altar e por ai vai, aliás, esta última tem um que só fala em restituição e um detalhe que no refrão, aliás, costuma ter mais de um refrão, diz assim: “… O que o devorador levou!”. Pelo que eu entendo no texto de Malaquias o devorador levava somente dos infiéis, dos ladrões…

-Confusão Teológica
Isto é algo muito presente nas igrejas evangélicas sendo necessário um bom curso de exegese para se entender cânticos dado ao uso indevido da licença poética. Ai entra um monte de gente que canta músicas afirmando coisas que a Bíblia não afirma.
Coisas como “toca na ponta do altar”, “marca da promessa”, “quero subir como zaqueu para chamar a atenção”– A lista é interminável e se for por tudo aqui não haverá espaço suficiente para tanto, algumas composições acrescentam jugo na vida do povo dizendo que para ser adorador tem que ter uma lista interminável de quesitos sendo que a palavra nos diz que tem que ser em espírito e em verdade.
Quando apresentei o Movimento Urbano para um amigo meu, veja o nosso site para mais informações, (www.igrejaurbana.org) ele veio me dizendo que não conhecia a motivação dos compositores das músicas que usaríamos no que eu respondi que a motivação deles era a mesma de alguns interpretes evangélicos e claro que ele discordou de mim e ai eu disse que nós Cristãos éramos muito hipócritas, pois cantamos muitas coisas que não estão na palavra e achamos certo e as músicas não compostas/cantadas por “não Cristãos” era errado. A discussão foi longe porque ele insistia em me dizer que música mundana, afinal onde será que ele vive? Plutão?  É do diabo e a dos crentes era de Deus. Tenho um artigo interessante com o título Música secular e Música não cristã onde faço algumas perguntas sobre a possibilidade de se averiguar o que faz uma canção ser evangélica ou não.

– Cristianismo Judaizante – Tudo junto e misturado, como dizem por ai.
Esta muito obvio esta vista a quantidade de menorahs, Tallit, bandeiras de Israel dentro das igrejas. Caso um muçulmano seja compungido pelo Espírito Santo a se congregar numa igreja evangélica ele vai penar para encontrar uma que não tenha nenhum símbolo ofensivo à cultura dele. Eu não tenho nada contra Israel ou os objetos judaicos, mas o evangelho é inclusivo e não exclusivo. Hoje em dia já não se sabe o que é igreja evangélica ou sinagoga Judaica. Existem vários elementos do Judaísmo nas igrejas evangélicas de hoje.
-Sincretismo religioso acentuado.
Muitos elementos de umbanda e Candomblé presente em igrejas de linha pentecostal e Neo – pentecostal.
Assista sua TV depois das 23h00, em alguns casos nem precisa esperar tanto para confirmar o que digo.

– A grande maioria das grandes denominações ao invés de fazerem servos de Deus faz servo-defensores da denominação.
Nada contra gostar desta ou daquela denominação, mas favoritismo não esta com nada. Há pouco tempo retornei ao Brasil e grande foi o  número de pessoas que me procuraram para me fisgar para sua igreja, inclusive meu pai–Ele me disse: Você tem que voltar para a igreja Batista! Eu perguntei o porquê e ele me disse: Você tem que defender a doutrina… E eu claro perguntei de quem era a doutrina se era Batista ou era algo extra denominacional e no fim disse a ele que para defender a doutrina não precisava estar na igreja Batista e mais grave já ouvi Batista dizerem que não abrem para outras denominações participarem da ceia do Senhor porque não era correto colocar gato, macaco e outros bichos na mesma mesa. Em outros tempos eu ouvia minha avó dizer quando encontrava outros crentes pelo caminho que a perguntava se ela era evangélica: Somos Batistas! Batistas da velha convenção. Isto sem contar os que se dizem cheio do fogo, e não de uma igreja fria. Duro não? Mas continuo orando para ele ser mais servo de Jesus do que Batista.

Meus esforços para redimí-la:
Pois bem, busco estar centrado no que a palavra ensina, apesar de que qualquer grupo se questionado dirá o mesmo. O ser humano tem um problema muito grande com equilíbrio e um das coisas que creio é que devemos voltar a ser uma igreja apostólica como em Atos 2:42, infelizmente estamos mais Apócrifos do que Apostólicos, afinal com tantas linhas teológicas por ai é complicado. Uma vez quando ainda estava nos Estados Unidos ouvi de um amigo americano que foi missionário no Brasil por 30 anos que outro missionário americano o perguntou: Rick você estudou em qual seminário? Ele disse que não tinha feito seminário. O companheiro dele ficou meio que indignado com a resposta e disse:
“Como você pode se tornar missionário sem fazer teologia?” no que ele respondeu, muito bem por sinal.
“Teologia é o estudo do que o homem pensa de Deus e Eu estou mais preocupado em saber o que Deus pensa do homem”
Ps. Não creio que para ser pastor fazer seminário seja obrigatório, principalmente para os que não têm condições financeiras ou moram em locais que não tem um bom seminário. Mas caso você crê que tem o chamado para o ministério pastoral busque fazer um seminário, pois ajuda muito. Um soldado jamais é enviado à guerra sem o devido preparo.

Minhas exortações:
Apocalipse 3:17-22
“Porquanto dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um coitado, e miserável, e pobre, e cego, e nu; aconselho-te que de mim compres ouro refinado no fogo, para que te enriqueças; e vestes brancas, para que te vistas, e não seja manifesta a vergonha da tua nudez; e colírio, a fim de ungires os teus olhos, para que vejas. Eu repreendo e castigo a todos quantos amo: sê pois zeloso, e arrepende-te. Eis que estou à porta e bato, se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo. Ao que vencer, eu lhe concederei que se assente comigo no meu trono. Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas.”Ps. Tentei fazer em tópicos separados em teológico e ético, mas os dois se misturam. LOL J

Fique na paz.

Carlos Rizzon
WWW.IGREJAURBANA.ORG
“Conectando vidas, Construindo relacionamentos!”

Pr. Carlos Rizzon

  Sobre o Pr. Carlos Rizzon

 Carlos Rizzon nasceu no dia 28/09 de 1965, É um seguidor de Jesus, músico, toca contrabaixo e Pastor e  foi criado em Belo Horizonte, MG. É casado com Valeria Rizzon completando agora em Dezembro de 2010, 15 anos de casado e sem filhos por enquanto. Foi criado num lar Cristão e tem seguido o Senhor desde a tenra infância. Com a idade de 33 anos mudou-se para os Estados Unidos, Miami Beach. Depois de 3 ou 4 anos vivendo nos Estados Unidos, no Sul da Flórida ouviu que  estava por iniciar um Seminário Teológico na Primeira Igreja Batista Brasileira do Sul da Flórida em Pompano Beach, Fl. Devido a grande distância resolveram então se mudar para a cidade de Deerfield Beach, que seria bem mais próximo do Seminário. Carlos e Valéria Rizzon Tiveram também a chance de trabalhar com o Family Foundations, mais conhecido no Brasil como Veredas antigas por 06 anos, prestando um trabalho voluntário, foram os primeiros Brasileiros a participar do treinamento de coordenadores com o Pr. Craig Hill na cidade de Pensacola no norte da Flórida. Após quase 10 anos decidiram voltar ao Brasil já com uma visão no coração, a visão da Igreja Urbana, assim que chegou ao Brasil foi consagrado ao ministério pastoral na Igreja local, apenas como reconhecimento público, pois como a Bíblia nos ensina o chamado vem antes mesmo de nascermos e é irrevogavel. Recebendo mais esta incumbência de Deus de ser como Jesus, um bom pastor que da a vida pelas ovelhas…ao contrário do que algumas pessoas pensam, ser pastor nada tem a ver com promoção porque o mérito é do Senhor da seara que me deu mais este crédito e que o achou disponivel para sua obra.
Após a chegada ao Brasil ele colocou no ar este website descrevendo a visão que Deus o tinha dado durante o tempo de seminário, a visão da Igreja Urbana.

 Por favor em suas orações lembre-se de orar por nós.
Caso queira entrar em contato conosco envie o seu email para Prcarlos@igrejaurbana.org
No amor de Cristo

 IGREJA URBANA TEAM

  1. Sulamita
    22/07/2011 às 22:26

    Olá!
    Tudo bem?

    Queria fazer uma observação:
    – Campanhas intermináveis para se alcançar a benção de Deus.
    Você falou que isso não acontece meu querido posso lhe falar uma coisa, sobre isso eu discordo totalmente, as pessoas acham que assim, que quando acaba a campanha tem que acontece, nem sempre isso acontece na mesma hora, mais não falha, sabe por que eu entrei em muitas campanhas e fui respondida, essa campanha para algumas pessoas e muito boa, pois em incentiva a pessoa hora mais, a busca mais, tem alguns que acaba orando menos porque acha que so porque ta na campanha vai acontecer e não coloca fé, mais se você fez com fé e confiante, Deus responde, pois ele me respondeu, e se ainda não aconteceu pode se prepara pois esta perto, por que esta escrito “Pois todo aquele que pede, recebe; “AQUELE QUE PROCURA, ACHA;” e ao que bater, se lhe abrirá todas as portas” (Lucas 11,10)
    e se você fala que não aconteceu e que não acontece você, estará indo contra a palavra do senhor, não sou eu que estou inventado esta escrito examina a escritura para você “AQUELE QUE PROCURA, ACHA;” tudo a seu tempo determinado, Deus não e obrigado a te das as coisa na hora que você que, e se você quis algo que não é do agrado dele ele não te de nos que pegamos com nossa própria mão. Acontece sim basta ter fé.

    Obrigada pela sua atenção.

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s