Início > sinais dos tempos > Profetas que se acham acima do bem e do mal.

Profetas que se acham acima do bem e do mal.


Por Renato Vargens

Há pouco ouvi um relato de uma irmã  que ao dirigir-se a um senhor chamou-lhe de irmão. Para surpresa dela, o homem de modo sisudo respondeu firmemente dizendo: Irmão não. Pastor. Por favor me chame de pastor.

Pois é,  lamentavelmente alguns dos líderes evangélicos tupiniquins tem demonstrado ao longo dos anos uma enorme fome por titulos esclesiásticos. Se não bastasse os oficios e titulos convencionais, esta corja aproveitadora, inventou outros tantos mais. Nesta perspectiva  multiplicaram-se os apóstolos, apareceram os profetas da restauração que a reboque  fabricaram os titulos de paipostolo,  Patriarca  Apostólico, Principe de Israel, dentre tantos outros mais.

Caro leitor, como já escrevi anteriormente estou cansado das invencionices apostólicas. Já não aguento mais, ouvir tanta bobagem. Sinto-me perplexo com inúmeras aberrações! Não suporto mais ouvir a cada dia a noticia do surgimento de uma nova unção. Estou cansado deste pilantras fabricantes de falsas doutrinas cujo ensinamento principal é a honra dos profetas.  Para exemplificar o que estou dizendo reproduzo abaixo um texto que encontrei no BLOG "Não me mate de vergonha"  onde o  autor reproduz um texto do bispo africano Dag Heward-Mills que ensina 28 maneiras de honrar seu profeta, as quais reproduzo abaixo:

01. – Fale do seu profeta com admiração. Faça isto quando estiver falando, pregando ou ensinando.

02. – Cite pérolas de sabedoria do seu profeta com freqüência. Jesus é a cabeça da igreja e somente ele deve ser exaltado, contudo você deve saber que em cada organização há um tronco e este é o seu profeta e ele deve ser honrado, portanto fale do seu profeta como um exemplo a ser seguido.

03. – Tenha uma admiração genuína pelo seu profeta e elogie-o sempre e em todas as ocasiões. Para começar, se você não admira seu profeta nem sequer deveria estar seguindo-o. O bom seguidor enxerga boas coisas nas decisões do seu líder.

04. – Apresente publicamente seu profeta de maneira entusiasmada e faça elogios a sua mensagem. Testemunhe publicamente sobre como você foi abençoado através das mensagens do seu líder e as pessoas o admirarão mais ainda.

05. – Celebre a visita e a presença do seu profeta com entusiasmo. O normal é alguém ficar feliz com a chegada de alguém que ama e manifestar isso de alguma maneira.

06. – Faça os críticos de plantão entender, com as suas atitudes e gestos que elas vieram reclamar com a pessoa errada. Se várias pessoas tem liberdade para chegar a você e falar mal do seu líder, tem algo errado com você.É preciso ter um espírito rebelde, para as pessoas terem liberdade e abertura para vir falar mal do seu líder para você.

07. – Encontre justificativas genuínas para qualquer engano do seu profeta. Não o exponha ao ridículo. Todos têm uma cota de falhas e seu profeta não é a exceção. Caso ele se atrase, por exemplo, encontre uma boa justificativa ao invés de expô-lo ao ridículo

08. – Quando seu profeta não puder participar de um compromisso, você deve estar apto para justificar as partes envolvidas, que ele não pode estar por razões muito importantes. Você deve passar uma boa impressão do seu profeta aos outros e não usar frase, tais como: “Não sei por que ele não veio visitá-lo aqui no hospital, da ultima vez que eu liguei ele estava dormindo ainda!”

09. – Esteja sempre lembrando a todos com atitudes apropriadas que você não é o pastor titular da igreja. Quando as pessoas estavam empolgadas com o ministério de João, o Batista, ele fez questão de enfatizar: “…eu não sou o Cristo, sou apenas o que veio apresentá-lo ao mundo” (João 3:28).

10. – Lembre sempre seus discípulos que você aprendeu o que sabe com seu profeta. Jesus sempre dizia: “Eu aprendi com o Pai” (João 5:19).

11. – Quando ministrar na igreja, lembre a todos que você o faz debaixo da autoridade e concordância do seu profeta.

12. – Celebre as conquistas do seu profeta. Nunca pense que ele não merece a fama e a popularidade que alcançou. Quando falaram a João Batista da fama de Jesus, ele respondeu: “Importa que ele cresça e eu diminua” (João 3:30).

13. – Esteja sempre atento ao conforto de seu profeta, cedendo a sua cadeira para ele se for preciso.

14. – Fique verdadeiramente empolgado com a chegada e o envolvimento de seu profeta em qualquer atividade da igreja.

15. – Honre a esposa do seu profeta. Se você recebe bem a minha esposa, você recebe bem a mim.

16. – Decida aprender sempre com o seu profeta. Não fique ressaltando mental ou verbalmente os seus defeitos. Decidam aprender algo bom com seu profeta todos os dias. Dois discípulos estavam ouvindo a mensagem do seu profeta no domingo de manhã. Um deles disse: “Meu pastor parece que não tem mensagem, pois está repetindo o que pregou na semana passada.” O outro disse: “Como ele ensina bem. Esta repetindo novamente para que ter a certeza de que aprendemos a lição!”

17. – Assista aos DVDs, leia os livros e todo o material produzido pelo seu profeta.

18. – Ressalte em suas pregações o sucesso e os feitos heróicos do seu profeta.Use os exemplos de seu líder para lembrar-se de coisas nobres.

19. – Cumpra as determinações tomadas pelo seu profeta, ainda que você tenha uma opinião diferente a respeito do assunto. Você pode dizer: “Não acredito que seja a coisa certa a ser feita, no entanto se você decidir assim, eu obedecerei.”

20. – Nunca crie um grupo de comunhão, ou faça reuniões particulares para tratar de assuntos da igreja sem o conhecimento e a aprovação do seu profeta.

21. – De vez em quando prepare surpresas agradáveis para o seu profeta.

22. – Quando seu profeta estiver saindo de viagem, acompanhe-o até o aeroporto ou então vá recepcioná-lo quando retornar. Um discípulo relaxado dirá: “Ele tem esposa. Deixe que ela vá se despedir dele!”

23. – Durante sessões de aconselhamento dê assistência apropriadamente. Você está entendendo o que o pastor esta falando?

24. – Faça anotações do que o seu profeta falar nas reuniões, pois tudo que seu profeta fale ou ensine deve ser importante para você. Para anotar o que outro está falando precisa ser humilde.

25. – Ocasionalmente dê presentes ao seu profeta pessoalmente. Ex. mimos para a mulher que amamenta.  (dê gravatas, canetas, relógios, essas coisas…)

26. – Esteja preparado para proteger a imagem do seu profeta em qualquer situação embaraçosa que possa surgir devido a um erro cometido por ele.

Não ignore o fato de que o seu profeta é humano e pode cometer erros. Aliás, profetas não erram se enganam.

Um bom discípulo tem a consciência de que está atrelado ao seu pastor e se algo acontecer ambos afundarão juntos, portanto ele ora sempre por ele e oferece conselhos sábios.

27. – Seja o conselheiro sábio de seu profeta e não o bajulador de plantão.

28. – O verdadeiro discípulo conhece o seu lugar. Ele é apenas um aprendiz, apenas isso. O bom discípulo é feliz nesta posição.

Pois é cara pálida diante disto tudo falta-me palavras!

Que Deus tenha misericórdia de seu povo.

Pense nisso!

Renato Vargens

 

Fonte: Púlpito Cristão

  1. Sara Coelho Querino
    23/06/2014 às 19:45

    Príncipe de Israel????????????? Essa foi fooorte!! Muiiiito foooorte mesmo!! Ahahahahahahahahahahahahahahahahahaahahah. Cômico se não fosse tãaao trágicoo!!

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s