Início > Protesto, Voz do Deserto > Feliz Dia da Reforma Protestante – comemorando à moda de Lutero

Feliz Dia da Reforma Protestante – comemorando à moda de Lutero


By Estrangeira

Protestantes afixam as teses na IURD do Brás

Ontem à noite, enquanto escrevia um artigo sobre o dia 31 de outubro, veio-me uma vontade irresistível de sair pelas ruas de São Paulo afixando teses de conclamação à volta ao Evangelho puro e simples de Jesus. Mas, como fazer isso?

De improviso mesmo. Ligamos para algumas pessoas, e conseguimos a adesão do Josef. Então ele imprimiu a Declaração de Cambridge (que versa sobre as cinco solas: Sola Scriptura, Sola Fide, Solus Christus, Soli Deo Gloria e Sola Gratia) e, por volta da 1:00h da madrugada, saímos ele, o Paulo Siqueira e eu em direção à Moóca e ao Brás, onde se localizam as sedes de alguns ministérios que precisam se voltar ao Evangelho puro e simples.

Nossa primeira parada foi na R. Dr. Almeida Lima, onde se localiza o Renascer Hall. Havia alguns poucos carrões entrando àquela hora, possivelmente uma reunião de pastores ou bispos. As luzes internas estavam ligadas, e temíamos pela presença de seguranças (afinal sabemos dos seus métodos). Enquanto eu filmava, na minha “tecpix menos que genérica”, o Paulo e o Josef colaram as teses. Em seguida, saímos rapidamente.

Afixando teses na Adbras Ministério Madureira

De lá, fomos ao Brás, na Av. Celso Garcia, onde se localiza a sede da Adbras Ministério Madureira, do Pr. Samuel Ferreira. Colamos as teses no vidro de entrada, atravessamos a rua e fizemos o mesmo na Igreja Universal do Reino de Deus. Logo depois, partimos para a Rua Carneiro Leão, também no Brás, e afixamos as teses na entrada da Igreja Mundial do Poder de Deus. E então fomos embora, pois já era quase 3 da manhã.

Só posso dizer que toda a honra e toda a glória pertencem a Cristo, pois nada foi previamente planejado. Em poucas horas, imprimimos um texto e saímos pelas ruas, no início sem saber bem para onde ir. Mas creio que Deus nos direcionou, e que algumas pessoas puderam ler os textos antes que fossem arrancados. Se bobear, algum ainda deve estar afixado. A Deus toda a honra e toda a glória sempre.

Apesar da garoa, do frio, do medo de sermos pegos, foi uma experiência muito marcante para mim, e fico feliz de ter podido participar. Se hoje há milhares de crianças fantasiadas de bruxos e monstros batendo nas portas e divulgando o “dia das bruxas”, houve alguns cristãos que bateram nas portas das catedrais gospel “pregando” o Evangelho puro e simples de Jesus.

Não sei o que Deus vai fazer, mas alguma coisa Ele fará. Esse é um Feliz Dia da Reforma Protestante.

Frente da IURD do Brás

Frente da Adbras Ministério Madureira

Afixando as teses na Igreja Mundial do Poder de Deus Sede

Frente da Igreja Mundial do Poder de Deus Sede

Frente do Renascer Hall

Teses fixadas na entrada do Renascer Hall

Protestantes em frente da IURD do Brás

 

Fonte: Uma estrangeira no mundo

  1. simone
    01/11/2011 às 06:33

    Parabéns, eu também sou protestante, e admiro esse ponto de vista porque Jesus é único e não obriga ninguém a frequentar Igrejas. Nosso espírito é livre como o de Deus. A fé e a confiança são os meios de comunicação com Jesus, o qual responde às nossas suplicações com amor e verdade. Deus nos revela, e Ele tem feito isso na minha vida há muitos anos. Ele vai tranformar o Brasil, tirando essa sujeira e desordem implantadas. O Senhor já começou a acordar o povo que estava adormecido. Aleluia !

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s