Início > sinais dos tempos > Balada Gay Gospel

Balada Gay Gospel


“Se você produz um deus em sua mente, um deus que te satisfaça em tudo, que te dê carros, casas, te permita não passar por problemas em sua vida, aceite suas práticas pecaminosas em nome do sublime amor, este deus só existe em sua mente, e quando você morrer ele morre contigo, aí sim você se dará conta disso, quando encarar o Deus verdadeiro, mas sem advogado de defesa…” Neilton Domingues

Estando muito tempo sem escrever, tive que voltar para demonstrar minha indignação com esse pragmatismo infernal que tem permeado o povo que carrega uma Bíblia e se autointitula evangélico, não fazendo por onde, nem com conhecimento bíblico ou prática de vida, se alinhar com os princípios expressos no evangelho, do qual emprestam o nome.

Um bando de ignorantes analfabíblicos, pragmatas que pensam que podem ser e pensar, criadores de um deus antibíblico baseado no amor e no amor apenas, esquecendo-se da justiça e ira do Deus verdadeiro, do Deus bíblico.

Hoje fui surpreendido por uma postagem no site da Veja relatando um “esquenta” para a Parada Gay de São Paulo, montada pela igreja cidade refúgio (sim, em minúsculas).

Longe de ser um discurso de ódio religioso, me pergunto qual a lógica disso? Segundo os organizadores, o objetivo é evangelizar? Como? EVANGELIZAR??? LEVAR O EVANGELHO? QUAL EVANGELHO?

O EUvangelho, o EVAgelho, o evangelho do EU, que me coloca sobre todas as coisas, que me alça às alturas de meu próprio ser, me colocando num trono com relatividade horizontal com Deus, pois o verdadeiro Evangelho me coloca numa posição inferior, numa verticalidade descendente em relação ao Altíssimo.

A autoafirmação, a felicidade, a aceitação, a não mudança de atitude ou de comportamento me leva a crer que para este povo o NOVO NASCIMENTO se resume em parar de fumar e beber, que são práticas muito piores que o relacionamento entre pessoas do mesmo sexo. Onde vai parar isso? Eu sei, você sabem e quem conhece a Bíblia também sabe, mas parece que este Livro entrou em desuso e soa muito démodé para esses dias promíscuos.

Assista o vídeo abaixo, estrelado por Lanna Holder, a pentecostal, uma das herdeiras da Rua Azusa…

 

com informações de VEJA

  1. Wal
    17/03/2016 às 09:04

    Imagina se o Espírito Santo compartilha com uma abominação dessas !!! Pois Ele mesmo diz em sua Palavra : Abominação é .
    Que o Deus de misericórdia tenha piedade dessas almas , cegadas pelo deus desse século .
    Ora vem Senhor Jesus !!!!

  2. Thiago
    08/05/2014 às 12:42

    Texto bem escrito e denunciando o erro destas igrejas.

    Lamentável apenas no final o texto fazer uma menção ao movimento da rua Azuza.
    Realmente lamentável! Tendencioso e preconceituoso…

    Não se esqueçam q inúmeras igrejas ditas tradicionais e/ou históricas tb caem no mesmo erro. Mas poucos lembram destes ocorridos…

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s