Arquivo

Archive for the ‘Análise’ Category

A IGREJA EFEMINADA

    Escrito por: Stephen C. Perks

 

Recentemente fui questionado se seria correto dizer que, na história do mundo, dinastias e civilizações inteiras de fato naufragaram na rocha da homossexualidade. Minha resposta foi que não deveríamos pôr as coisas desse modo. Claro, eu creio que a prática homossexual é imoral e proibida pela Lei de Deus. Todavia, em Romanos 1.21 – 32, Paulo põe dessa forma: deixaram de servir a Deus para servirem à criatura. Como uma consequência, Deus entregou-lhes às paixões impuras. Homossexualidade é julgamento de Deus sobre uma sociedade que abandonou a Deus e adora a criatura em vez do Criador. A apostasia espiritual é a rocha na qual as culturas, incluindo a nossa, foi fundada, e a homossexualidade é o julgamento de Deus sobre tal apostasia. Esta é a razão porque a homossexualidade era uma prática comum entre as antigas culturas pagãs; na verdade, é uma prática comum entre a maioria das culturas pagãs, incluindo a nossa crescente cultura neo-pagã. Em resumo, a ideia de que a tolerância da homossexualidade é um mal que conduzirá ao julgamento de Deus não é bíblica, pois coloca o carro na frente dos bois. É exatamente o contrário! A prevalência da homossexualidade em uma cultura é um sinal seguro de que Deus já tem executado ou está executando sua ira sobre a sociedade por sua apostasia. A causa deste julgamento não é a prática imoral da homossexualidade (apesar dos atos imorais homossexuais);

Leia mais…

Anúncios

2013 in review

Um resumo do meu ano

Here’s an excerpt:

Madison Square Garden can seat 20,000 people for a concert. This blog was viewed about 66,000 times in 2013. If it were a concert at Madison Square Garden, it would take about 3 sold-out performances for that many people to see it.

Click here to see the complete report.

Categorias:Análise Tags:

Moradores de áreas ocupadas invadem supermercado exigindo cestas básicas

Invasão do Extra - Marcelo Prates/Hoje em Dia

Assista o vídeo no final da reportagem

Cerca de 160 pessoas do Movimento de Luta nos Bairros Vilas e Favelas (MLB) ocuparam a entrada principal do supermercado Extra, no bairro Santa Efigênia, região Leste de Belo Horizonte, na noite desta segunda-feira (23). O número foi calculado pela Polícia Militar, que acompanha o movimento.
Segundo uma das representantes do movimento, identificada como Verônica Gomes, de 26 anos, as famílias reivindicam a doação de 300 cestas básicas. “Temos representantes das ocupações Eliana Silva, na região do Barreiro, Rosa Leão, Vitória e Esperança, estas três na região Norte de BH.
Queremos garantir um Natal sem fome e sem miséria pelo menos para as 300 famílias mais necessitadas dessas invasões”, afirma a jovem. De acordo com ela, nas quatro áreas invadidas vivem pelo menos oito mil pessoas.
De acordo com o comandante do Policiamente Especializado da Capital, coronel Carvalho, o protesto acontece em frente aos caixas do supermercado. Durante a invasão, vários policiais acompanharam as negociações e o movimento para evitar problemas com vandalismo e brigas.

Leia mais…

Eu não sou o próximo Lutero!

Esse cara não sou eu!

Por Gutierres Fernandes Siqueira

A história de Lutero é inspiradora. Ainda no início de minha fé tive a oportunidade de ler um livro sobre a história do cristianismo e a vida de Lutero era um dos destaques. Com o tempo tive um envolvimento com a atividade apologética e, na ânsia de consertar o mundo, pensava que seria um reformador como Lutero. Mas, graças a Deus, eu cresci e acordei do instinto revolucionário.

01. Não, eu não serei o próximo reformador do cristianismo. Nem eu e nem você, meu caro leitor. A nossa contribuição é pequena, local e limitada no tempo. Ora, pode ser grande, global e ilimitada? Sim, todavia, o primeiro cenário talvez seja o mais provável.

02. Lutero queria ser ouvido pela hierarquia romana, mas não tinha a intenção de acabar com a Igreja Católica. Ele, na verdade, foi expulso. Lutero sabia apontar o erro sem jogar fora todo o bebê com a água suja (perdoem-me pelo clichê). É certo apontar os problemas da Igreja Evangélica, mas será que muitas vezes não estamos viciados na crítica em si? Será que há somente problemas na Igreja Evangélica? Será que não cometemos o mesmo erro natural da velhice ao ver o passado com um idealismo irreal? Será que somos profetas com a síndrome de Elias, pois achamos que somos as únicas vozes de Deus na terra? A Igreja está doente? Sim, talvez, mas não está morta.

Leia mais…

Pr. Rupert Teixeira fala em vídeo refutando Silas Malafaia: "Você nunca nasceu de novo e não conhece Deus"

 

Vi no excelente blog do Wagner Lemos, o Web Evangelista! 🙂

MITOS EVANGÉLICOS

Quero iniciar com uma citação bíblica que diz:

“O meu povo está sendo destruído porque lhes falta conhecimento”

Esse texto é muito interessante, porque fala de um problema que foi identificado a muito tempo e anda fazendo estragos até os dias atuais,a escassez de conhecimento tem arruinado e levado muita gente ao declínio espiritual.

Mas o que já era ruim está ficando cada vez pior, pois este problema tem sido incentivado e reforçado por muitos lideres da atualidade, homens que inibem o povo de pensar e fica enchendo a cabeça alheia com mitos, cujos eles pregam como se fossem uma verdade absoluta (até porque toda mentira tem que parecer uma verdade, caso contrário ninguém acreditaria).

O pior de tudo é que as pessoas se encantam e começam a trilhar pelo caminho da destruição, tento mostrar nesse artigo alguns mitos que estão na boca dos pregadores (os sem compromisso com a verdade) e consequentemente na boca do povo, que caem nos contos da carochinha.

Então vamos deixar de papo e ir direto ao que interessa, ou seja,os mitos mais absurdos:

1°  mito: Você tem que aceitar Jesus como salvador;

Explicação: Essa ideia de aceitar Jesus veio do movimento pentecostal e suas cruzadas, onde para distinguir os crentes dos não crentes como eles Leia mais…

DIANTE DO TRONO… QUAL TRONO?

ALEXANDRE RODRIGUES

Em primeiro lugar quero dizer que não conheço Ana Paula e sua equipe e portanto nada tenho contra eles de crítica pessoal. Mas, sobre o que eles ensinam e praticam e é de conhecimento público…

Segue abaixo um comentário:

O ministério DT parece ser o resultado de um "empurrão" do pessoal do "Christ For The Nations" (do Texas) para a Ana Paula, que lá estudou e foi treinada nas técnicas e doutrinas neopentecostais. Já, André Valadão irmão dela fez treinamento na escola Rhema, do Keneth Haggin (também nos EUA). Por acaso os dois estiveram por lá justamente na época (década de 90) em que estavam se aliando as forças mundiais do cristianismo radical, que se propunha converter o mundo todo até o ano 2000, ou pelo menos lançar as bases para cumprir a grande comissão custasse o que custasse. Esta turma inclui: seminário Fuller, Vineyards, Toronto Airport Vineyard, profetas de Kansas City, pregadores da prosperidade e riso, Paul Cain e os veterenos do movimento "chuva serôdia", os dominionistas e certas alas ecumênicas e carismáticas do catolicismo romano. Mais recentemente a turma incluiu: líderes da JOCUM e do Dawn Ministries, além de obviamente o G12, que tem se tornado a menina dos olhos da turma toda.

Leia mais…