Archive

Archive for the ‘Mensagem’ Category

Não está aqui.

 

Depois de um dia de descanso, as mulheres vão de madrugada buscar Jesus no sepulcro em que o haviam deixado. O Mestre já fazia falta, sua companhia, suas palavras, o que ele representava, e além do mais, que elas haviam presenciado ainda doía fundo no coração, vê-lo sendo espancado, humilhado, escarnecido, fazendo dEle um espetáculo pelas rua de Jerusalém, isso com aprovação dos principais sacerdotes, do povo; e os romanos, para manter a Pax Romana, fizeram o que sabiam fazer: pendurar um homem para sangrar até a morte. Isso ainda estava vívido nos corações delas.

Com as mãos carregando especiarias, unguentos e perfumes, elas não deixariam o corpo de Jesus exalar cheiro forte enquanto se deteriorava, queriam que fosse diferente, com Ele; Ele que as consolava, que tinha uma voz mansa e doce quando se dirigia ao grupo de mulheres, mostrando um contraste com a voz dura e um tanto exaltada quando vociferava contra os sacerdotes e líderes que oprimiam tanto seu povo, de mãos dadas com os Romanos; “Caifás pagará por isso”, diziam em seus corações.

Buscavam a Jesus, Palavra Viva, o Verbo Divino, o Cordeiro de Deus, mas chegando ao sepulcro viram a pedra retirada e o corpo já não estava lá.

Vazio. Panos dobrados em ordem, soldados caídos com suas armaduras e artefatos, poderosos reduzidos a corpos semi mortos.

Incompreensível situação para quem nunca a viu, turbilhões de pensamentos e impressões tomaram lugar à ansiedade de ver o Mestre, “Para onde o levaram? Onde está Ele, o deixamos aqui ontem mesmo!”.

A ansiedade humana de ver tudo como foi deixado, de ter o mundo em ordem, organizado segundo nossos intentos, segundo nossa vontade, um mundo onde não tem lugar nada que nos desnorteie, que nos aborreça, que nos contrarie, as mulheres buscam Jesus no meio de sua ordem mental das coisas. A pedra estava selando o sepulcro, agora está posta ao lado. Os soldados, orgulho do Império Romano, com seus gládios, espadas e escudos que fizeram reinos se ajoelharem, agora estão caídos como mortos. Jesus, que fora vencido pela religião imperativa em Jerusalém que sucumbira ao processo natural de todo homem, havia descido à sepultura, e ali deveria estar, inanimado, inchado, talvez irreconhecível, não estava lá.

Tudo estava fora de ordem, mas ali, numa discordância da narrativa dos Evangelhos, um ou dois homens resplandecentes, assentados, calmos, serenos e tranquilos, em contraste com a repugnância, medo e assombro que tomaram os guardas, aponto de os deixá-los semimortos, as mulheres não os temem, ainda quando eles proclamam “Porque buscais dentre os mortos aquele que VIVE? Não tenhais medo; pois eu sei que buscais a Jesus, que foi crucificado.
Ele não está aqui, porque já ressuscitou, como havia dito. Vinde, vede o lugar onde o Senhor jazia.”

Como? Ele VIVE? Buscamos então num sepulcro o dono da vida, buscamos entre os mortos o que não permaneceu morto? Buscamos nas estruturas e destinos humanos Aquele que não é homem, é o próprio DEUS? Onde o puseram? Onde o puseram? Perguntam ao Jardineiro que passava por ali. “Para onde foi o teu amado, ó mais formosa entre as mulheres? Para onde se retirou o teu amado, para que o busquemos contigo? O meu amado desceu ao seu jardim, aos canteiros de bálsamo, para apascentar nos jardins e para colher os lírios. Eu sou do meu amado, e o meu amado é meu; ele apascenta entre os lírios.” Ecoava em suas mentes Cantares de Salomão.

Então vez uma voz, ainda desconhecida, “Mulher, por que choras? Quem buscas?” num choro convulsivo de quem perdeu quem se ama, responde “Se tu o levaste, dize-me onde o puseste, e eu o levarei. A resposta vem de uma voz conhecida, de um tom cheio de amor e misericórdia, “Maria!”.

Choro, surpresa, medo dissipado, certezas refeitas, achei meu amado, achei Jesus!! “Raboni!”

Raboni! Gritamos em nossa alma quando ele nos encontra e nos chama pelo nome. Mestre! Quando nossas certeza são trocadas pela Sabedoria de Quem criou o mundo. Meu Salvador, quando nos damos conta da obra Redentora que Ele fez por nós.

Quando deixamos de busca-lo nas fatalidades humanas, nos poderes, governos, sabedorias e certezas que cultivamos durante toda a vida, Ele, o Jardineiro Amado, que desceu aos campos para nos colher, os lírios campestres sedentos pela água da vida, se fez homem, nunca deixando de ser Deus, apascenta os seus canteiros, este que semeou com lágrimas nos encontra e colhe-nos aos molhos, exultante e rejubilante, “Vinde, Benditos de meu Pai.”

Não busque entre os mortos aquele que vive. Jesus.

 

neilton, pastor.

Categorias:Mensagem Tags:,

Um Haka para nós que esperamos

image

Aqui o link do vídeo da despedida dos soldados.

Não quero, porém, irmãos, que sejais ignorantes acerca dos que já dormem, para que não vos entristeçais, como os demais, que não têm esperança. Porque, se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também aos que em Jesus dormem, Deus os tornará a trazer com ele.
1 Tessalonicenses 4:13-14

Hoje, assistindo logo pela manhã a despedida de soldados neozelandeses mortos no Afeganistão, onde todo um regimento de infantaria se despede entoando e coreografando o canto maori, o HAKA, com movimentos vigorosos e caretas, me contive ante a carga de emoções do evento. Percorri depois alguns vídeos no youtube e pude ver que é costume se despedirem daquela forma, onde vi colegas de escola se despedirem de jovens, famílias se despedindo de pais, irmãos, primos e aí meu sentimento mudou. Fiquei feliz em ver que a dor é colocada para fora, que o sentimento de perda não é guardado, estocado e velado durante anos.

Minha avó partiu em 2009, mas antes de ir, ligou para sobrinhos, filhos, netos e se despediu com uma doce conversa, que os dias dela estavam findando e que o Senhor havia lhe dito que partiria em breve. Em especial, ligou para um sobrinho, da cidade de Ribeirão das Neves, e enquanto ela lhe dizia acerca de sus partida, esse sobrinho lhe retrucava, “não, Tia Conceição, o que é isso… sinto saudades de tio João também…”. E enquanto ele falava, um de seus fornecedores (ele tem uma loja de móveis) o interpelou, perguntando com quem ele falava, e ele, tampando o fone com a mão, respondeu que era com sua tia que há muito não via, o outro insiste, “mas você falou Tio João, Tia Conceição”, ele, “Sim, meus tios de São Pedro dos Ferros, uai!”. Ao ouvir isso, o fornecedor toma o telefone de suas mãos e diz,

Leia mais…

Liderança Piedosa

A primeira de uma série de mensagens extraídas do capítulo 9 do livro "Com Vergonha do Evangelho", de John MacArthur. Culto ao ar livre na Missão Reluz – Milionários – BH.

Esta mensagem está disponível em MP3 em http://www.4shared.com/folder/Py-DXwCM/Mensagens_MP3.html
http://www.missaoreluz.org

 

Bispo D. Robinson Cavalcanti e esposa morrem assassinados em Olinda – PE

Do Genizah

A noticia foi divulgada no site oficial da Igreja Anglicana Diocese do Recife.

Como informado,  ainda não se dispõem de detalhes, mas o crime ocorreu neste domingo 26/02/2012 por volta das 22h na residência do casal na cidade de Olinda – Pernambuco.

A IADR registra a mensagem de pesar:

A família diocesana agradece a Deus pela vida e devotado ministério do seu Pai em Deus, pastor, mestre e amigo, um verdadeiro profeta e mártir do nosso tempo, que lutou pela causa do evangelho de Cristo, por Sua igreja, bem como pela Comunhão Anglicana, e que contou sempre com sua esposa que, como fiel ajudadora, o apoiou em todos os anos de seu ministério.


Partiu para a Eternidade deixando um legado de serviço, amor e firmeza doutrinária, pelos quais essa Diocese continuará.

D. Robinson era casado com Miriam desde 1969. Era pai de Eduardo Olímpio e Carla Alessandra e avô de José, Jahnae e Christopher.

Leia mais…

13 frases Evangelísticas que produzem falsos convertidos

As igrejas se dividem sobre a cor do tapete, a construção de adições e orçamentos. Entretanto, os nossos companheiros de igreja estão indo para o inferno aos montes.

A.W. Tozer disse: "É minha opinião que dezenas de milhares de pessoas, se não milhões, foram levadas a algum tipo de experiência religiosa, aceitando Cristo, e elas não foram salvas."

D. James Kennedy disse: "A grande maioria das pessoas que são membros das igrejas nos Estados Unidos hoje não são cristãs. Digo isto sem a menor contradição. Eu o faço com base em evidências empíricas de vinte e quatro anos de análise de milhares de pessoas. "

Amigo, podemos discutir sobre tantas coisas mesquinhas. Posso sugerir que nós perdemos de vista o debate mais importante de todos: "o que é a salvação?" Minha teologia ensina que a salvação acontece quando um homem se arrepende e coloca sua fé em Jesus Cristo (Atos 20:21).

Eu gostaria de apresentar treze maneiras as quais nós temos redefinido como uma pessoa se torna um verdadeiro convertido. Fazemos isso intencionalmente? Certamente que não. Temos simplesmente criado jargões que tem um grão de verdade nas Escrituras, mas é tão aberto à interpretação de que a não-convertidos pode compreendê-lo de maneiras que conduzem a falsas conversões.

1. Faça de Jesus o seu Senhor e Salvador. Não podemos fazer de Jesus nosso Senhor e Salvador, Ele é nosso Senhor e Salvador. Estamos vivendo em rebelião contra ele e ele nos ordena para arrependimento e fé Nele.

Leia mais…

As heresias de Benny Hinn

Leia e se assuste.

Na verdade este é um pseudônimo. Seu nome verdadeiro é Tofik Benedictus Hinn. Nasceu na cidade de Jaffa em Israel, no dia 3 de dezembro de 1952. É um dos mais conhecidos "televangelistas" do mundo na atualidade. É um dos maiores propagadores do "Movimento da Fé", difundindo suas heresias através da TV, cruzadas ao redor do globo e livros, como: Bem-vindo Espírito Santo, Bom dia Espírito Santo, Este é o dia do seu milagre, entre outros.

No ano de 1989, Hinn afirmou que estava diante do trono de Deus (Deus falava através dele), e que lhe comunicou que iria destruir a comunidade homossexual com fogo entre 1994-95, e que uma doença originária da América do Sul chegaria aos EUA, porém nada disso aconteceu. No ano de 1990 afirmou que os EUA seriam assolados por terremotos e outros eventos destruidores. Afirmou, ainda, que um colapso econômico destruiria a economia dos EUA, porém, nada disso também aconteceu. De acordo com a instrução bíblica isso já seria mais que suficiente para classificar Benny Hinn como um falso profeta, todavia, não é o que acontece, já que milhares de pessoas dão-lhe credibilidade, adquirem seus livros como se estes representassem uma literatura cristã saudável e o seguem, como se fosse um genuíno representante de Cristo.

Iremos analisar aqui, a luz da Palavra de Deus, algumas afirmações de Benny Hinn feitas em programas de TV, em suas viagens "evangelísticas" e em seus livros. Seus ensinos deixam bem claro que estamos tratando de um falso profeta. "Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores" Mt 7.15.

1) "Cristãos são pequenos messias, são pequenos deuses" (Benny Hinn, Praise-a-thon (TBN), Novembro 1990).

Leia mais…

Está insuportável!

Está insuportável!

Carta aberta de Caio Fábio

Perdoem-me, irmãos, eu confesso a tão aguardada confissão de minha boca. Sim, eu confesso que não posso mais deixar de declarar a minha alma. Para mim é questão de vida ou morte. Perdoem-me, irmãos, mas eu preciso confessar.

Sim, eu confesso…

Está insuportável. Se eu não abrir a minha boca, minha alma explodirá em mim.

É insuportável ligar a televisão e ver o culto que se faz ao Monte Sinai, que gera para escravidão. Os Gálatas são o nosso jardim da infância. Nós nos tornamos PHDs do retrocesso à Lei e aos sacrifícios. Pisa-se sobre a Cruz de Cristo em nome de Jesus. Insuportável! Seja anátema!

Leia mais…