Arquivo

Archive for the ‘Promiscuidade de doutrinas’ Category

Vocalista ateu continua em banda gospel para vender CDs

Fãs da banda “As I Lay Dying”, um grupo de metal cristão, foram surpreendidos com a declaração de Tim Lambesis que se declarou ateu e confessou que mesmo depois de deixar de acreditar em Deus ele continuou fazendo shows como cristão.

Lambesis está preso por ter contratado um matador de aluguel para executar sua ex-esposa, Meggan Murphy Lambesis, mas além de confessar o crime o vocalista ainda fez outras declarações polêmicas ao “Alternative Press”.

Uma dessas declarações se refere ao fato dele não ter deixado a banda ou ter avisado aos fãs sobre sua nova posição religiosa que é o ateísmo. A justificativa dada por Lambesis é que tal afirmação causaria a diminuição da venda de discos da banda. “Nós conversamos sobre a possibilidade de continuar vendendo para os cristãos”, disse ele.

No pensamento da banda os fãs eram “crianças” que viviam em uma “bolha” e que precisavam das músicas para alimentar esse mundo paralelo do cristianismo.

“Tivemos essa ideia ‘nobre’ de pensar: ‘bem, não estamos passando ideias ruins, estamos apenas cantando coisas sobre a vida real. Essas crianças precisam ouvir sobre isso porque vivem em uma bolha”.

Leia mais…

Anúncios

SOBRE A “BÍBLIA FREESTYLE”

Por Ageu Magalhães

Porra! Pra que zoar a desprezar a Igreja de Deus e envergonha os que nem comida tem? Vamo parar com essa palhaçada! 1 Coríntios 11 – Linguagem da Bíblia Free Style…

No dia 16/05/14 eu participei do Programa Vejam Só, da RIT-TV, tratando do tema "Igrejas underground e Bíblia Freestyle: Até que ponto estamos adaptando o Evangelho ao nosso gosto?". Ao meu lado estavam o Pr. Eber Cocareli, mediando o debate, e o criador da "bíblia Freestyle", o Pr. Ariovaldo Jr.

Tive uma boa impressão do Pr. Ariovaldo Jr. Percebi que estava diante de um homem crente e bem intencionado. Todavia, nossas posições foram opostas quanto ao assunto. Infelizmente, com um filho no hospital, eu não estava 100% no debate e, por isso, deixei de usar muita argumentação que poderia ter lançado para esclarecer melhor o tema.

Portanto, posto abaixo as razões pelas quais eu acho que a "bíblia Freestyle" é totalmente inapropriada para a leitura dos crentes e para qualquer tipo de evangelização.

 

1. Usa palavrões

Sempre foi ponto pacífico que crentes não falam palavrões. O povo de Deus sempre foi reconhecido por sua linguagem sadia e isso nunca precisou de defesa. Mas agora eis que surge uma geração dizendo que palavrão não tem importância, pois é algo "cultural e relativo". Vejamos o que a Bíblia nos diz:

Mateus 5.22 “Eu, porém, vos digo que todo aquele que [sem motivo] se irar contra seu irmão estará sujeito a julgamento; e quem proferir um insulto a seu irmão estará sujeito a julgamento do tribunal; e quem lhe chamar: Tolo estará sujeito ao inferno de fogo.”

Mateus 12.36,37 “Digo-vos que de toda palavra frívola que proferirem os homens, dela darão conta no Dia do Juízo; porque, pelas tuas palavras, serás justificado e, pelas tuas palavras, serás condenado"

1 Coríntios 15.33 "Não vos enganeis: as más conversações corrompem os bons costumes".

Efésios 4.29 "Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, e sim unicamente a que for boa para edificação, conforme a necessidade, e, assim, transmita graça aos que ouvem".

Efésios 5.3,4 “Mas a impudicícia [falta de pudor – no grego pornéia] e toda sorte de impurezas ou cobiça nem sequer se nomeiem entre vós, como convém a santos; nem conversação torpe[aischrotes – conversa imoral, baixa, obscena], nem palavras vãs [morologia – conversação boba] ou chocarrices [eutrapelia – linguagem baixa, libertinagem], coisas essas inconvenientes; antes, pelo contrário, ações de graças.”

Filipenses 4.8 "Finalmente, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é respeitável, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se alguma virtude há e se algum louvor existe, seja isso o que ocupe o vosso pensamento".

Leia mais…

Quando os Pastores se tornam Ateus

Você ouve o Evangelho de Jesus e se apaixona.

Assenta-se para ouvir.

Começa a ler.

Fascina-se com as promessas de resposta às orações.

Vê crescer em você uma imensa expectativa de ouvir a Voz e saber a Vontade Dele.

Alegra-se ao ver que Deus fala, que a Palavra é viva, e, também, que orações são de fato respondidas.

Mas… Então você começa a desejar crescer em Deus, mas, ao mesmo tempo, como todos os que você admira são pastores, evangelistas, líderes, missionários, cantores, etc. — surge em você a idéia de que crescimento somente acontece nas fronteiras do ministério e no convívio com a liderança.

Assim, o eixo da emoção da fé começa a mudar, e, devagar, a pessoa vai ficando cada vez mais desejosa de parecer-se com os que aparecem, e faz isso sem culpa, pois, de fato e sinceramente, a única coisa que a pessoa quer é fazer uma assimilação daquilo que ela, agora, entende como sendo o caminho visível e imitável da piedade.

Leia mais…

UM APAGÃO ÉTICO E MORAL NO MEIO EVANGÉLICO

Não nos cora mais o rosto de vergonha quando escutamos ou presenciamos escândalos em nosso meio. Tornou-se comum a insensibilidade moral e ética no meio evangélico. Toda sorte de absurdos são tolerados em nome do amor, como se Deus rebaixasse seu nível para se adequar aos nossos fracassos. Cristo desceu uma vez para elevar o homem às regiões celestiais. Mas em nome do oportunismo, ganância, vaidade e outros codinomes abrimos mão da justiça, ética e moral para sermos aceitos no mundo e obtermos toda sorte de sucesso sem nos importarmos com as consequências.

A igreja está anestesiada pelo veneno do mundanismo e reage com lassidão diante dos descalabros presentes. Não incomoda mais ao cristão seu pastor ter caído em adultério com alguém de dentro ou fora da comunidade. O pensamento é que ele é homem de Deus e como homem pode fraquejar. Mas homem de Deus faz como Paulo fazia consigo mesmo:

Antes subjugo o meu corpo, e o reduzo à servidão, para que, pregando aos outros, eu mesmo não venha de alguma maneira a ficar reprovado”. I Cor. 9:27.

Homem de Deus evita o pecado e foge dele. Mas algumas lideranças flertam com o pecado e andam no limite como Sansão andou. Sabemos o resultado de andar no limite na vida de Sanção. A igreja deveria agir duramente contra tais comportamentos e excluir de seu rol de membros pastores adúlteros. São pessoas descompromissadas com Deus que os chamou. Pessoas hedonistas e petulantes. Agora virou tendência o pastor pecar e continuar na mesma igreja pastoreando como se nada tivesse acontecido. Isso é uma vergonha.

Lideranças que demonstram um modo de vida nababesco como se isso fosse sinal das bênçãos de Deus.

Ver imagem em tamanho grande

 

Literalmente veja o que disse Frederick Price, pastor norte-americano:

Estou com 25 milhões de dólares na minha conta bancária, e devo esclarecer que não tenho dívidas. Eu vivo em uma mansão, tenho o meu próprio iate de 6 milhões de dólares, tenho o meu avião privado e um helicóptero, 7 automóveis de luxo para que eu nunca tenha que conduzir o mesmo carro por mais de uma hora e tudo isso porque sigo a Cristo”.

Baseado nesse estilo de vida temos no Brasil apóstolos e tele-evangelistas buscando o mesmo. Um apóstolo megalomaníaco comprou um avião, Um tele-evangelista colocou como alvo de oração há alguns anos um avião. Tudo isso em nome de uma espiritualidade doentia e descabida. Tudo isso vem com roupagem espiritual e com frases bombásticas como: “filho de Deus come o melhor desta terra”, “estamos saindo do natural e entrando no sobrenatural”, “o mover de Deus para os últimos dias…”. Querem com isso induzir o povo evangélico a crer que terão tudo nesta vida e as privações são para uma casta inferior de cristãos. Estes introduzem literaturas destes lobos em nosso meio como tem feito a Editora Central Gospel ao jogar no mercado evangélico os livros de Price sobre a fé. Mas a Palavra aponta para outra direção. Mostra-nos para um estilo de vida simples e vigoroso, não dado às fábulas e especulações que em nada edificam. Tais comportamentos e dizeres anestesiam as mentes e consciências iludindo inteiramente aqueles que crêem.

Leia mais…

Rene Terra Nova, O Vice- Deus das ovelhas apostÓlicas, consagra a própria mãe a Apóstola-Matriarca por ter, pasmem, útero profético

É pra acabá de vez rs, essa é de arrancar sabiá do tôco.
Rene Terra Nova, O Vice- Deus das ovelhas apostÓlicas, consagra a própria mãe a Apóstola-Matriarca por ter, pasmem, útero profético. a cada dia me espanto mais com o que leio e assisto nesta minha vida de crente evangélica.

 

 

Vi aqui

“DEUS” CORRE ATRÁS, OFERECE PROMESSA ARQUIVADA, LEVA PORTA NA CARA E CHORA, COMO ASSIM THALLES?

por: Antognoni Misael

Thalles-Roberto-4Volta e meia Thalles Roberto aparece nas minhas postagens. Já tava demorando… Sei que muitos até duvidam, mas, eu o ouço e gosto de algumas de suas canções – ouvi-lo cantar clássicos das músicas cristãs no álbum Raízes (2010) não tem igual – o problema é que por estar onde estar, talvez por ter sido mal discipulado, ele acaba por merecer algumas considerações.

No último post sobre sobre ele escrevi que se ‘ele apenas cantasse seria menos pior’. Minha sugestão abordou sobre suas equivocadas declarações feitas em pregações, testemunhos e entrevistas, a respeito do evangelho: “Se fosse um deslize, uma frase mal colocada, uma expressão infeliz, até que dava pra relevar, mas… não. Não é tão simples assim”, escrevi.

O que tem me chamado atenção agora é o recente vídeo lançado pela Graça Music “Filho Meu” cujo Thalles fala na primeira pessoa demonstrando uma tentativa do próprio Deus de se relacionar com um suposto FILHO, porém ainda não convertido.

Não julgo a intenção da música, pode até ter sido boa, mas, sinceramente tanto ela quanto o vídeo foram (para mim) de uma péssima fundamentação teológica, pobreza musical e de uma desqualificação da soberania e onipotência de “Deus” nunca vista antes.

Comentando a letra:

“Filho meu
Ta fugindo de mim, é?
Ja tentei, procurei e outra vez
Você me rejeitou, porta na cara doeu…”

1) A Palavra nos ensina que é Deus quem realiza tanto querer quanto o efetuar na vida de todos nós. (Fp 2.13). Charles Spurgeon bem disse que a Graça de Deus não viola a vontade humana, mas triunfa docemente sobre ela. Sinceramente não consigo compreender esse “Deus” da canção que tanto PROCURA,TENTA

Leia mais…

SE O THALLES ROBERTO APENAS CANTASSE SERIA MENOS PIOR

por: Antognoni Misael

Thalles-Roberto-4Se o Thalles só cantasse seria menos pior.

Com exceção de algumas, suas canções até me passam alguma validade, sinceridade, envolvimento, espontaneidade, conteúdo mas… cada vez mais me entristeço com o que ouço quando ‘pastor-cantor’ fala.

Se fosse um deslize, uma frase mal colocada, uma expressão infeliz, até que dava pra relevar, mas… não. Não é tão simples assim.

Já postei algumas críticas ao referido, a primeira foi sobre seu estilo musical e influências teológicas (Uma breve crítica sobre a música do Thalles Roberto), e a segunda, que probematiza sobre o iminente perigo sobre o Thalles (Mesmo sem entender o Thalles Roberto, Livrai-o do Mal Amém), relacionado aos seus parceiros, um tanto quanto místicos e  heréticos.

Mas, por mais que o bumerangue volte com acusações de que sou perseguidor do “ungido”, confesso que gosto de algumas canções dele, contudo… quando o Thalles, que agora também é pastor, fala, sai de frente, que lá vem coisa estranha. Diga se não vem?!

No vídeo abaixo, veja que a partir dos 2 minutos e 45 segundos, Thalles disse que haverá um tempo que “aqueles irmãos ficarão tão cheios do Espírito Santo que nem precisarão pregar o Evangelho”.

Uaii!!! Nesta “profética” palavra, a Bíblia foi pra o Espaço!!! Ou estou sendo incrédulo?

Em outro momento (no vídeo abaixo) ele dá mais uma prova de que ainda não compreendeu o Evangelho de Jesus, do contrário, tomou pra si aquela crença de que têm poder sobrenatural em si. Confira nesta cena, ele jogando a toalha molhada de suor e orientando uma pessoa a levá-la para os seu filho, supostamente para que algum milagre aconteça. (a imagem e o áudio não são bons, mas o fato ocorreu, inclusive  testemunhas que já viram ele usando desse expediente em outros show’s, inclusive aqui na Paraíba)

Leia mais…